Perfil
Perfil
Fotos
Video
Mapa
Comentários
Anúncio Relacionado
  • A Nossa Senhora do Rosário de Pompéia é uma paróquia católica localizada na região Leste de Belo Horizonte, nos bairros Pompéia e Esplanada. No Pompéia, com a Igreja Matriz Nossa Senhora do Rosário de Pompéia e as Capelas São Judas Tadeu e Nossa Senhora dos Anjos. No Esplanada, com as Capelas Nossa Senhora Aparecida e Nossa Senhora da Abadia.
     
    A paróquia pertence à Região Episcopal Nossa Senhora da Piedade (RENSP) e está sob os cuidados da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, desde o dia 12 de fevereiro de 1939.
     
    Fundada em 1 de janeiro de 1938, a paróquia foi erigida por Dom Antônio dos Santos Cabral. Uma vez desmembrada da Paróquia de Santa Efigênia dos Militares, ela foi criada como Paróquia Nossa Senhora do Rosário de Santa Efigênia, mas em 1939, passou a ser chamada de Paróquia Nossa Senhora do Rosário de Pompéia, em função da devoção dos frades capuchinhos à Nossa Senhora do Rosário, da cidade de Pompéia, na Itália. Esta era uma antiga cidade do Império Romano, situada na região de Campânia, ao sul da Itália, distante 23 quilômetros a sudoeste de Nápoles, que, juntamente com as cidades de Herculano e Estábias, foi destruída pelo vulcão Vesúvio, no dia 24 de agosto do ano de 79 d.C. A cidade e toda a sua história estiveram literalmente soterradas sob cinzas por mais de 1600 anos e só foi descoberta por acaso, em meados do século XVIII, no ano de 1748.
     
    Segundo a tradição católica o Rosário foi revelado por Maria Santíssima nos primeiros anos do século XIII a São Domingos de Gusmão, fundador da Ordem dos Dominicanos. Essa tradição diz que Nossa Senhora teria lhe aparecido com um rosário nas mãos, pedindo-lhe que difundisse sua devoção entre as populações cristãs de todo o mundo, motivo pelo qual São Domingos de Gusmão é considerado o fundador dessa devoção. Mas, para saber um pouquinho da história da paróquia que tem como padroeira Nossa Senhora do Rosário de Pompéia, interessa-nos outro divulgador da referida devoção, Bartolo Longo, advogado e religioso católico que viveu entre os anos de 1841-1926. Em virtude de seu serviço de administrador dos bens de uma viúva rica, a condessa Marianna Farnaro de Fusco, que num momento da vida se tornou sua esposa, Bartolo Longo teve que ir ao Vale de Pompéia, onde ela possuía terras. Em uma das tardes do ano de 1872, ao andar perto das ruínas da Capela de Pompéia, sentiu um apelo da Virgem para que propagasse o Rosário. Diante desse apelo prometeu a si mesmo que não deixaria o Vale de Pompéia enquanto não o fizesse. Encontrou muitas dificuldades. Por várias vezes e por diversos motivos, suas iniciativas fracassaram. Passados alguns anos, ainda firme na sua vontade de difundir o Rosário, ele restaurou completamente a capela ali existente. Sua atitude provocou um despertar da religiosidade daquele local, o que fez com que o bispo o abençoasse e pressentisse que ali, naquela igreja de Pompéia, seria um local de peregrinação.

     

    O fato de a difusão do rosário por Bartolo Longo ter acontecido na cidade de Pompéia, dentre tantos outros títulos dados a Maria, mãe de Jesus Cristo, fez com que surgisse mais essa denominação para ‘Nossa Senhora’ – Nossa Senhora do Rosário de Pompéia, devotada pelos frades capuchinhos. Aqui na Pompéia de Belo Horizonte, a imagem está desde que foi trazida para a paróquia no ano de 1944, mostrando a ‘Virgem’ sentada, com o ‘menino’ no colo, ladeada por São Domingos de Gusmão e Santa Catarina de Sena.
     
    O espaço geográfico conhecido hoje como bairro Pompéia era abrangido pelas vilas Parque Jardim, Novo Horizonte e Cruzeiro do Sul. Já o bairro Esplanada engloba as vilas Esplanada e Independência, todas elas, loteadas nos anos vinte. Foi em função do nome da paróquia que as vilas ‘Parque Jardim’, ‘Novo Horizonte’ e ‘Cruzeiro do Sul’, passaram a se chamar bairro Pompéia. O bairro Esplanada por sua vez, em 04 de fevereiro de 1977, conservou o nome de uma das vilas que lhe deram origem, e passou a se chamar bairro Esplanada. Hoje, portanto, os dois bairros são contíguos, desprovidos de qualquer fronteira física, e conhecidos pelos nomes de Pompéia e Esplanada, respectivamente, ambos pertencentes à Paróquia de Nossa Senhora do Rosário de Pompéia, cujo limite de jurisdição eclesial coincide exatamente com os limites dos dois bairros juntos.

     

    P.S.: Texto extraído e adaptado de Andréa Matos R. M. Castro – fragmentos do livro “Pompeia de Belo Horizonte: espelho de um cosmo provinciano ou de uma província cosmopolita?”, publicado pela Mazza Edições, em 2010
     
    Endereço: Rua Iara, 273 – Pompéia – CEP: 30280-370
     
    Telefones: (31) 3467-4848 e (31) 3889-4980 (Convento dos frades)
     
    Linhas de ônibus: 9202 e 9250
     
    Fanpage oficial no Facebook: @paroquiapompeiabh
     

    Horário das missas

     
    Matriz:
     

    • Segunda: 07h
    • Terça a sexta: 07h e 19h
    • Sábado: 07h, 18h e 19h
    • Domingo: 07h, 09h, 18h e 19h

     
    Comunidade Nossa Senhora da Abadia:
     

    • Domingo: 09h
    • Quarta e sábado: 19h

     
    Comunidade Nossa Senhora Aparecida:
     

    • Sábado e domingo: 18h
    • Todo dia 12: 19h

     
    Comunidade São Rafael: Domingo: 10h
     
    Comunidade São Judas Tadeu:
     

    • Domingo: 19h
    • Todo dia 28: 08h e 20h

     

    P.S.: Estas informações estão sujeitas a ser desatualizadas sem aviso prévio, especialmente horários de missas, que costumam ser alteradas frequentemente. Entre em contato diretamente com a Paróquia Nossa Senhora do Rosário de Pompéia via telefone.

  • Posted by Paróquia Nossa Senhora do Rosário de Pompéia on Saturday, September 29, 2018

  • Nenhum registo encontrado

    Lamento, mas não foram encontrados registros que correspondam à sua pesquisa. Ajuste seus termos de busca e tente novamente.

    O Google Map não foi carregado

    Lamento, mas foi possível carregar a API do Google Maps.

  • Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *